A Arte de Garupar – Mulheres e Motos – Garupando: como ser uma boa garupa – Só Vou Se For De Moto

Andar com garupa é bem diferente de andar sozinho. Acontece que muitos não sabem a maneira correta e segura, e cabe ao motociclista, ajudar. Mas existem também aqueles que não estão acostumados a ter uma garupa, então vamos dar umas boas dicas aqui.

A garupa tem papel fundamental em uma viagem de motocicleta, levar alguém na garupa da moto requer sintonia, sincronismo, atenção e principalmente confiança. É, porque se você não confiar em quem esta pilotando, é melhor nem subir na moto, pois não terão apenas um problema e sim vários problemas.

A maioria das pessoas não sabe andar na garupa. E o que se torna interessante é quando o piloto vira garupa. Tem alguns que acabam tentando pilotar junto e acaba complicando a vida do motociclista. Lembro-me do meu cunhado que tem habilitação de moto e precisou uma vez pegar carona com meu marido, eles passaram pela Via Dutra e segundo ele a experiência foi “esquisita”.

A garupa merece todo o conforto, mesmo que seja para um percurso bem pequeno como, ida e volta do trabalho para casa, bom esse percurso pode ser pequeno, mas também em algumas cidades, como aqui em São Paulo é um fator bem estressante não só para a garupa, mas como para o piloto também, devido ao trânsito, corredor, enchente e etc..

DSC01454

Vale ressaltar alguns cuidados primordiais que você precisa ter com a garupa. Antes de sair para uma viagem proporcione conforto a companheira. Assim ela ficará mais tranquila e relaxada e ela poderá apreciar e desfrutar as paisagens reservadas na rota escolhida. Conforto significa um banco mais largo e um encosto mais macio caso a sua moto seja uma custom. As motos custom por serem muito baixas, geralmente transferem parte do impacto de um buraco ou ondulação da pista para piloto e garupa. Portanto, seja gentil e adote uma pilotagem mais macia, mais tranquila, afinal vocês estão passeando e não competindo.

As dicas começam pela roupa. Sei como os EPI´S (Equipamento de Proteção Individual), as roupas e acessórios no Brasil para motociclistas são muito caros, mas uma roupa adequada para a segurança não só do piloto que não vou nem comentar, mas para você que é garupa também, seja homem, criança ou mulher é fundamental. Nós mulheres somos vaidosas e amamos nos arrumar, queremos sempre estar linda na moda e poderosas, sapatos, salto alto, sandálias, saias, shorts, regatinhas, calça legging, acessórios…. ADOROOO!!! Nos dias de calor então, queremos mais é ficar lindas nada suadas e fresquinhas, mas no quesito segurança isso tudo não é bom, não é legal! POR FAVOR, meninas, eu IMPLORO, quando forem garupar NÃO ANDE de shorts, shortinhos, bermudas, saia, vestido, regatinhas, mini blusas, camisetinhas, sandálias, chinelos, brincos principalmente se forem grandes, relógios, pulseiras, calças legging. Vejo uma quantidade enorme de mulheres garupando assim, tanto na cidade como nas estradas, principalmente garupando nas motos esportivas, o que é pior ainda! Se um acidente de carro é perigoso, faça ideia o que é um de moto. Diferente do carro, na moto não temos a lataria como no carro para nos “proteger”, é direto no asfalto! É preciso ter uma camada de roupa mais grossa para evitarmos talvez algumas lesões. Calça comprida, um jeans mais grosso ou calça de couro se você as tiver, uma jaqueta, seja jeans ou couro, é adequada. Um capacete de qualidade (quem nunca viu rodando pela rua uma moto com a garupa usando uma proteção ruim, ou pior, sem capacete algum?). Luvas e botas, um calçado fechado é essencial. Em caso de queda ou acidente, qualquer calçado mais solto ou frágil (tênis inclusive) sai do pé, que acaba sofrendo lesões muitas vezes graves. Calçados abertos são perigosos e chinelos não devem ser usados em hipótese alguma. Outra coisa que para nós mulheres são primordiais e muitas vezes são bem difíceis de desapegar, pois praticamente nossa vida e intimidade estão ali, bolsas!!!! Bolsas muito grandes e pesadas podem ser desconfortáveis para os dois durante o trajeto de moto e às vezes perigosos.

Usar protetor solar mesmo de jaqueta, calça comprida, luvas e botas. Eu não saio de casa sem o meu e uso do fator 30 ao 100 depende do sol e como ficarei exposta. O vento e o calor ou até mesmo o frio costuma ressecam a pele, fora a parte do rosto que fica na viseira, fica judiada se você não cuidar.

Eu e o Mosi

Se você faz parte de um motoclube ou se sempre dá umas voltas e faz viagens com grupos de amigos, leve a sua companheira para uma reunião, na qual as garupeiras mais experientes ou mesmo motociclistas mulheres, que hoje já são muitas, estejam presentes e peça para elas passarem as dicas, ela vai entender para que servem as botas, calças mais resistentes, proteções de cotovelos, ombros, quadril, joelhos e luvas. Se você permitir que elas expliquem, você vai evitar um monte de problemas e aborrecimentos, só mulher entende mulher. Fora que será uma grande e ótima oportunidade para que a sua garupeira se socialize mais rapidamente com o grupo de amigos do qual você sempre anda junto.

Nunca se esqueça de levar duas capas de chuva completas, pode ser as de plástico mesmo, para os momentos em que São Pedro resolve regar o jardim.

Escolhida a rota, ah e, por favor, que seja LINDAAA aonde a paisagem vá sempre oferecendo novos visuais e que não seja entediante. Pode parecer uma mera bobagem, mas viagens com paisagens monótonas, em retas intermináveis, geram desatenção. Alguns reclamam de sono.

Camila e Felipe

Ah já ia me esquecendo por falar em sono, há garupas que chegam a dormir sentadas, claro que para isso acontecer à garupa precisa confiar muito em quem esta pilotando!! Acho que elas relaxam tanto que dormem!!! Algumas garupeiras (minha linda cunhada Camila é uma dessas) descobriram uma maneira de cochilar sem perturbar a pilotagem, apesar de não ser uma postura segura.

Andar com garupa faz com que o seu estilo de pilotagem mude e muda bastante, o peso atrás e se você estiver com bagagem o peso é maior ainda e isso mexe no centro de gravidade da moto. Sendo que o consumo de combustível vai aumentar nas retomadas. Dependendo da cilindrada, a moto ficará mais lenta do que quando você esta viajando sozinho. Lembre-se sempre disso, é comum muitos motociclistas levarem sustos em uma ultrapassagem. Quando você está sozinho a moto responde mais rápido, principalmente nas retomadas, pois a moto esta mais leve e a área de atrito com o vento será menor. Não são todas as motos que são assim, mas isso ajuda lembrar que, o desempenho numa ultrapassagem será bem diferente. Outro ponto que muda consideravelmente é a frenagem. Frear quando apenas uma pessoa está em cima da moto é totalmente diferente de quando se tem uma garupa e bagagem. Você precisará de mais pista, independente de sua moto ter freios ABS ou não. O freio traseiro e o dianteiro vão exigir uma pressão maior. Lembre-se sempre. Mesmo estando sozinho, você deve andar em uma velocidade segura, quando você estiver de moto, deixe seu ego em casa, só o DETRAN esta interessado em saber o quão rápido você é.

Bom, vamos lá, agora chegou a hora de se acomodar na garupa! Na hora de subir na moto, se a sua garupa não tiver nenhuma experiência, seja gentil em lhe ensinar como fazer. Peça sempre para a garupa não subir na moto sem avisar, ainda mais sobre pisos escorregadios ou irregulares. Oriente-a subir apenas quando você fizer sinal e sempre que você for subir na moto ou descer AVISE sempre o piloto para que ele possa se equilibrar e fazer a sustentação da moto para que você possa subir sem nenhum susto. Você irá subir na moto praticamente do mesmo jeito que você estivesse subindo num cavalo. Coloque seu pé esquerdo apoiado na pedaleira do lado esquerdo da moto, segure no ombro do piloto, caso a moto tenha um baú, sua mão direita poderá se apoiar nele, depois passa a perna direita sobre a moto e coloque o outro pé na pedaleira do lado direito e pronto! Passar a perna por cima do banco e sentar-se em seguida deve ser feito para as motos mais baixas, no qual sua estatura também deve lhe permitir sentar-se assim. Se a moto é muito alta para a garupa e ela esta um pouquinho acima do peso esta regra também deve ser seguida. No começo pode até parecer ruim, mas logo a gente se acostuma. E para descer, o processo será o mesmo! E pelo amor de Deus meninos NÃO SEJAM OGROS, nunca, mas nunca mesmo cometa a indelicadeza de dizer a uma mulher que ela é pesada ou que esta gorda para subir na moto, não seja cruel a esse ponto. Se o fizer, você deixará de ser um príncipe, para ser um ‘sapo bem feio ’.

Pernas dobradas naturalmente, os centros dos pés apoiados nas pedaleiras e a coluna reta, porém relaxada para não sofrer com as acelerações e freadas. Caso sua moto disponha do acessório sissy-bar ou baú o melhor é deixar que a garupa encoste-se a ele. Você pode cruzar os braços, relaxar seus braços sobre suas pernas, pode ser também sobre as pernas do piloto ou segure-se nas barras laterais. Caso sua motocicleta não tenha nenhum desses acessórios, a garupa deve manter o corpo ereto e incliná-lo levemente para frente (nunca para trás), segurando nas barras laterais.  Esta liberado encostar no piloto, pode sim, mas prestando atenção para não aperta-lo demais e acabar sufocando e não coloque seu peso sobre ele nas freadas, será maçante e o cansaço virá logo para ambos, isso vai acabar com as costas do piloto e aumentar a pressão das mãos sobre o guidão prejudicando a pilotagem e a segurança.

Também não é aconselhável abraçá-lo completamente, pois ambos ficarão desconfortáveis e no bate-bate de capacetes. O piloto também terá seus movimentos limitados e você garupa, mal conseguirá curtir a paisagem e a viagem, ficarão tensos e nervosos. O ideal é repousar as mãos na cintura ou na barriga do piloto ou nos seus próprios joelhos. Assim, você garupa sente um ponto de apoio e consegue relaxar. Nas curvas, o cuidado é redobrado, a garupa muitas vezes, tem a sensação que a moto vai cair e inclina o corpo para o lado oposto ou, pior, coloca o pé no chão. Isso é perigoso e desequilibra a moto. Não tente pilotar com o piloto. Esta postura pode provocar um acidente grave. Você garupa não precisa fazer nada, coloque suas pernas bem juntas com as do piloto, não é preciso fazer força pra isso também, senão no final do passeio você estará acabada. Lembre-se que quando você esta garupando seu corpo tem que estar relaxado, vimos muitas vezes pelas ruas e estradas garupas no estilo “geladeira”, duro, imóvel, isso é péssimo para ambos, para o piloto que não consegue o molejo que é preciso e para a garupa que vai precisar dar uma passadinha no hospital, por futuras dores nas costas e torcicolo. Nós brasileiras, na dança, somos conhecidas pelo molejo do quadril, na moto é o mesmo principio! O quadril deve estar mole, quando o piloto precisar desviar ou fazer curvas o que mexe, é do quadril para baixo e não os ombros e nem os braços. Você notará o quanto é fácil garupar, vai perceber que vocês estarão em sintonia e sincronia em cima da magrela e o seu parceiro piloto, no final do passeio vai lhe parabenizar e dizer o quanto você ótima garupa! Vai por mim, experiência própria…

Você garupa jamais deve fazer movimentos repentinos, como virar o tronco para trás ou se inclinar para os lados. Isso desequilibra a motocicleta. Isto serve para qualquer moto.

Rodrigo e Bibi

Algumas dicas amenizam os sofrimentos: uma toalha serve para afofar um banco duro. Nas custom, invista no sissy-bar, mais conhecido como encosto para garupa. E nas outras, um baú traseiro tem a mesma função, além de ser mais seguro para a garupa. Faz uma baita diferença, e como! Nossa ultima moto, logo que compramos ainda estava sem baú, fomos fazer um passeio até Bertioga, com alguns amigos e eu sempre filmo e tiro fotos durante nossos passeios! Em determinada hora do passeio eu tinha que escolher segurar no meu marido ou filmar!!! Os dois juntos não ia dar como disse minha cunhada Camila eu estava quase dando um salto duplo mortal de costas carpado na Rodovia dos Imigrantes!!!!!!

Mosão e Eu

Meninos vou pedir um favor pra vocês, senão tudo que eu disse até aqui irá por água baixo se ela perder a confiança…. É comum, a garupa ficar olhando para o velocímetro, exatamente por cima do ombro do piloto. Algumas chegam mesmo a reclamar da velocidade dando cutucões, joelhadas, beliscões e etc. Acerte uma velocidade média que a deixe menos insegura. Depois que ela se acostumar vá lentamente subindo a velocidade. Na maioria das vezes não irão perceber e em pouco tempo acabará se acostumando.

Quando o piloto parar a moto a garupa só desce quando for seguro para descer. Um dos problemas é pode acontecer da garupa descer pelo lado que os carros estão vindo e assim o risco de atropelamento é grande. Descer ao sinal do piloto é fundamental e nesse momento a moto estará equilibrada e em local seguro. Outro ponto fundamental é não estacionar a moto com a garupa em cima. Minha dica é sempre desmontá-la em local seguro e em seguida estacionar a moto. Outro ponto, equipamento da garupa é responsabilidade dela. Ela leva o capacete dela, as luvas dela e a jaqueta dela e você o seu equipamento. Infelizmente meninas cavalheirismo nessa hora, vai servir apenas para cansar o gato ainda mais, e tenho certeza que não é isso que vocês querem! Importante quando vocês chegarem ao destino tire primeiro a bagagem dela e depois a sua. Aí sim seja cavalheiro. Mulheres não gostam de ficar longe de sua bagagem por muito tempo.

Alias bagagem será meu próximo assunto….. SOCORRO!!!!

Há outros pontos que eu gostaria de ressaltar aqui:

A garupa é o tesoureiro, é responsável pelo pagamento de pedágios, então tenha o dinheiro sempre fácil nos bolsos ou numa bolsinha pequena lateral.
Igualmente, também é o navegador da equipe.
A garupa pode ajudar nas curvas, observando sempre por dentro e
apoiando-se, fortemente, em ambas as pedaleiras. A transferência de peso para as pedaleiras torna a moto mais manobrável.
Idem, quando circula em piso irregular, com a vantagem, neste caso, de levar menos pancada no lugar onde à espinha muda de nome.
Nas freadas e arrancadas deve apoiar-se nos suportes e não no
condutor.
Nas paradas não pôr os pés no chão, pois em vez de ajudar, só
desequilibra.
Se estiver muito vento, juntar-se o mais possível ao corpo do condutor; evita assim a oscilação. Caso o vento seja lateral, minha opinião é que parem em local seguro e esperem a rajada de vento passar. Eu e meu marido já passamos por tal situação, e não gostamos nada, além de ser muito perigoso
Não esquecer que a partir dos 70-80 Km/h acaba a conversa, pois o vento não deixa, caso não tenham um intercomunicador.
Quando circula a mais de 200 Km/h (nas autoestradas alemãs, é claro), não se deve acenar aos outros motociclistas sob pena de deslocar um braço.
E também seja a velocidade que for, mesmo em baixa, evitar calçar as luvas, ajeitar o capacete, os óculos ou o penteado.

Extraído da revista Tech Force

Segurança em primeiro lugar sempre.

Mão pra baixo e até a próxima……

Alessandra Ramos – http://www.sovousefordemoto.com.br

About these ads

14 thoughts on “A Arte de Garupar – Mulheres e Motos – Garupando: como ser uma boa garupa – Só Vou Se For De Moto

  1. Parabéns pela matéria, muito legal mesmo. Bora agora passar a pilotar também, revezamento ajuda muito o piloto em viagens longas…rs bjkas saudades Glaucia

  2. Parabéns pela matéria!
    Meu marido ja havia dado algumas dicas que vc passou, mas muitas delas foram ainda mais esclarecedoras.
    Faz 1 mês que comecei a andar de garupeira, por enquanto so na cidade, em pequenos trajetos, e tenho gostado, e tomado gosto.
    A dica de freqüentar clubes e conversar com as outras mulheres garupeiras gostei tbem.
    Enfim… Muito bom tudo!
    Abraços e beijos

  3. Adoooorei as dicas, estou sofrendo um poquinho agora para me acostumar com a Ninja 300 que meu digníssimo comprou, mais tenho certeza que você me ajudou, um beijãaaao e bora pra estrada ^.^

  4. Muito legal!
    Você fala com propriedade sobre o assunto, parabéns!
    Faço parte de um Moto Clube que nós mulheres (com o apoio dos homens) decidimos deixar de ser garupa e compramos nossas motos!

    Eu particularmente acho bem mais interessante!
    Bjim

    • Olá Josi!!! Muito obrigada…aqui falamos a real, nada de matéria paga… Falamos exatamente aqui todas as nossas experiências. E convido vc a fazer parte disso, qdo quiser escreva pra nós!!! Uhuuu bora acelerar… Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s